ISSN 1025-5583
versión impresa

ISSN 1609-9419
versión online

Instruções para autores

Informações para os autores

Anales de la Facultad de Medicina é a publicação oficial da Faculdade de Medicina da Universidad Nacional Mayor de San Marcos, destinada à promoção das questões de ensino, pesquisa e temas relacionados com a prática médica, ensino universitário e a melhoria da saúde pública.

A primeira edição dos Anales de la Facultad de Medicina surgiu em janeiro de 1918, sendo o Reitor Dr. Ernesto Odriozola e seu Primeiro Secretário do editorial Dr. Hermilio Valdizán. Desde então, esta revista, a mais antiga das publicações médicas no Peru, expôs o desenvolvimento e os problemas do ensino e a prática da medicina em nosso país.

Anales de la Facultad de Medicina é uma publicação editada em um volume por ano, dividida em quatro numeros de periodicidade trimestral, revisados por pares e indexada nas seguintes bases de dados: LIPECS, LILACS, LATINDEX,IMBIOMED, REDALYC, DOAJ, HINARI, SciELO, e-Revistas. Anales de la Facultad de Medicina é distribuída no impresso e disseminada em formato eletrônico, com acesso gratuito ao texto completo.

Os artigos publicados nos Anales de la Facultad de Medicina são divididos nas seguintes seções: Editorial, Artigos Originais, Comunicações Breves, Casos Clínicos, Revisão de Artigos, Simpósios, Artigos de Opinião, Itens Históricos, Itens Especiais, Semelhança e Cartas ao Editor. Anales de la Facultad de Medicina é publicado de acordo com os "Requisitos uniformes para manuscritos submetidos a revistas biomédicas" (http://www.icmje.org/).

POLÍTICA EDITORIAL

Submissão de artigos para Anales de la Facultad de Medicina

Artigos submetidos a Anales de la Facultad de Medicina devem ser inéditos, ou seja, o artigo ou parte dele não pode ter sido publicado ou estar sendo publicado em outra revista. O artigo também não deveria ter sido enviado simultaneamente a nenhum outro periódico. Artigos submetidos a Anales de la Facultad de Medicina podem ser escritos em espanhol, inglês ou português, lingua de acordo com a origem e a preferência dos autores. A apresentação será feita eletronicamente para os seguintes endereços de e-mail: jpachecoperu@yahoo.com; anales.medicina@unmsm.edu.pe

Os seguintes arquivos serão enviados anexos mandatoriamente:

  1. O artigo preparado e elaborado de acordo com os requisitos da Anales de la Facultad de Medicina. http://revistasinvestigacion.unmsm.edu.pe/index.php/Anales/about/Submissions#authorGuidelines

  2. Declaração de autoria e autorização para publicação do artigo científico, coma respectiva assinatura de todos os autores expedindo sua filiação institucional, profissão e grau académico superior, email, telefone e a contribucão específica na elaboração do artigo. Esta declaração em formato eletrônico, está disponível em: http://medicina.unmsm.edu.pe/images/Anales/Declaracion_Jurada.pdf

  3. A lista de verificação, disponível em: http://medicina.unmsm.edu.pe/images/Anales/Lista_de_Verificacion.pdf

As políticas da Anales de la Facultad de Medicina, incluso as relacionadas com o conflito de interesses, aspectos éticos e falsidade de dados e documentos, são aplicadas a todos os artigos submetidos. Para o início do processo de publicação é necessária a documentação; caso contrário, o artigo será devolvido ao autor. Se o artigo foi submetido previamente a outra revista, os autores devem fornecer uma cópia dos comentários de revisão e detalhes para cada resposta.

Inicialmente, os artigos submetidos são avaliados pelo Comitê Editorial dos Anales de la Facultad de Medicina. Alguns artigos serão rejeitados imediatamente se eles não satisfizerem os requisitos estipulados; todos os artigos estão sujeitos a revisão pelos pares.

Aspectos éticos no processo editorial dos Anales de la Facultad de Medicina

Antes da apresentação de artigos para os Anales de la Facultad de Medicina os autores são incentivados a considerar as estipulações do Comitê Internacional de Ética em Publicações Científicas, cujas recomendações são encontradas no Código de Conduta e Diretrizes de Práticas Recomendadas para os Editores de Revistas, que são seguidas pelo Comitê Editorial dos Anales de la Facultad de Medicina. Tais informações estao disponíveis em: http://publicationethics.org.  Através destas orientações, Anales de la Facultad de Medicina tem uma política de publicação com detecção de falhas éticas como: plágio, autoria fictícia, alterações da autoria, publicação redundante, manipulação de dados, reservadas COI. No caso de detecção de qualquer falta de ética na publicação, Anales de la Facultad de Medicina vai rejeitar o artigo e tomar as medidas recomendadas pelo Comitê Internacional de Ética em Publicações Científicas, que inclui as informações de falta para o autor, outros autores, da instituição onde ele pertence, seus superiores, a fonte de financiamento à entidade, o Comitê de Éticada instituição, outras revistas científicas e outras autoridades.

Experimentação em seres humanos e animais

Artigos descrevendo experimentos realizados em humanos, devem indicar se os procedimentos seguidos estavam de acordo com as regras éticas do Comitê Institucional ou Regional de Ética e a Declaração de Helsinque (World Medical Association Declaration of Helsinki: recommendations guiding physicians in biomedical research involving human subjects. JAMA. 1997; 277:925-6).

No Peru, as regras a seguir para a experimentação em humanos, são estabelecidas no Regulamento de Ensaios Clínicos no Peru. O Instituto Nacional de Saúde é a autoridade responsável a nível nacional para assegurar o cumprimento do regulamento e as regras relacionadas a autorização e a execução de ensaios clínicos. Os autores dos ensaios clínicos em seres humanos exigem aprovação pelo Instituto Nacional de Saúde antes de iniciar o experimento. A pedido dos Anales de la Facultad de Medicina, o autor deve entregar cópias da documentação evidenciando a autorização.

Para experiências com animais, os autores devem tomar em conta as normas internacionais de uso de animais de laboratório, em particular os recomendados pela Office of Animal Care and Use of National Institutes of Health (http://oacu.od.nih.gov /index.htm) e as diretrizes da instituição ou do direito nacional que regulam o cuidado e uso de animais de laboratório. Os animais utilizados devem ser nomeados no título, resumo, palavras-chave, e materiais e métodos. A experimentação deve ser totalmente explicada nos materiais e métodos. Estudos experimentais com animais realizados em nosso país devem ter a aprovação do Comitê de Ética e Bem-Estar Animal, da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidad Nacional Mayor de San Marcos: http://veterinaria.unmsm.edu.pe/CEBA.htm.

Não devem ser mencionados os nomes dos pacientes, suas iniciais ou seu numero de história clínica nem dados que permitam a identificação dos sujeitos do estudo. As imagens de pacientes na publicação de artigos originais ou relatos de caso devem ter a permissão e consentimento informado por escrito. As características reconhecíveis de fotografias de pessoas identificáveis devem ser mascaradas. Estudos em pacientes, registros de pacientes ou voluntários, exigem a aprovação da Comissão Ética Institucional, bem como consentimento informado.

Diretrizes para apresentação de pesquisa e desenvolvimento

Para a submissão de artigos em Anales de la Facultad de Medicina recomenda-se aos autores seguir diretrizes estabelecidas internacionalmente para a concepção, realização e apresentação de diferentes tipos de estudos:

Autores e colaboradores dos artigos submetidos a Anales de la Facultad de Medicina

Os autores dos documentos apresentados para os Anales de la Facultad de Medicina devem apresentar a declaração jurada de autoria; este requisito aplica-se a todos os tipos de artigo incluindo Editoriais e Cartas ao Editor. Considerações éticas sobre a autoria e colaboração devem ser ajustadas de acordo com as disposições dos Requisitos uniformes para manuscritos submetidos às revistas biomédicas do Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas (http://www.icmje.org/urm_full.pdf).

O reconhecimento da autoria deve basear-se em: (1). contribuições na ideia e desenho do estudo, coleta de dados, ou para a análise e interpretação dos dados. (2). A elaboração da redação do artigo ou revisão critica do conteudo intelectual. (3). a aprovação final da versão que vai ser publicada. Autores devem satisfazer condições 1, 2 e 3. A busca de financiamento, coleta de dados ou supervisão do grupo de pesquisa não justificam autoria única. Todas as pessoas listadas como autores devem satisfazer os critérios de autoria, e todos aqueles que as satisfazem devem aparecer na lista de autores. Todos os contribuintes que não cumprem os critérios de autoria devem aparecer na seção agradecimentos.

Agradecimentos

Nesta seção, os colaboradores do estudo recebem agradecimentos, ou seja, as pessoas que fizeram contribuições significativas para o artigo, incluindo os participantes em ensaios clínicos. Deve ser mencionado especificamente para quem e por que tipo de cooperação na investigação sao efectuadas graças. Os contribuintes mencionados nesta seção devem despachar por escrito a sua autorização para a publicação de seus nomes. Exemplos a serem incluídos nos Agradecimentos: ajudar as pessoas que colaboram dando apenas técnica, colaboração na elaboração do manuscrito, as jefaturas dos departamentos cuja participação seja de carácter geral.

Declaração de conflitos de interesses

Os autores que submetam artigos para Anales de la Facultad de Medicina devem declarar qualquer relacao pessoal ou comercial que poderia apresentar viés e, por-tanto, a relação de um conflito de interesses no âmbito do artigo enviado. Conflitos de interesse podem ser directos ou indirectos, incluindo o interesse financeiro dos autores pela empresa que patrocina o estudo, bem como empregos, subsídios, pagamento das diárias de viagem, consultorias, etc. Se o autor tiver acções na empresa ou e funcionário em tempo integral ou parcial, deve ser indicado na declaração de conflitos de interesses. Caso contrario, isso pode resultar em sanções. Anunciar as fontes de apoio financeiro do estudo não implica um conflito de interesses.

Declaração de cessão de direitos autorais

Os autores que submetam artigos para Anales de la Facultad de Medicina no momento do envio da declaração juramentada de autoria e autorização para publicação do artigo, cedem seus direitos patrimoniais para a Faculdade de Medicina da Universidade Nacional Mayor de San Marcos, Lima, Perú, para que o artigo seja publicado de acordo com as condições, procedimentos e meios disponíveis para a Faculdade. Os autores nao receberao royalties ou compensação por parte da Faculdade de Medicina da Universidad Nacional Mayor de San Marcos pela publicação de artigos en Anales de la Facultad de Medicina.

Permissões para a publicação ou divulgação dos conteúdos dos Anales de la Facultad de Medicina

Sob a égide do estatuto, os direitos são reservados pela Faculdade de Medicina da Universidad Nacional Mayor de San Marcos. A difusão do conteúdo dos Anales de la Facultad de Medicina (texto, tabelas, figuras) são autorizados desde que a fonte seja citada. Para autorizar a reimpressão de um número de Anales de la Facultad de Medicina deve referir-se à direção da revista. Anales de la Facultad de Medicina tem Depósito Legal e é distribuído gratuitamente para pesquisadores e professores da Faculdade de Medicina da Universidad Nacional Mayor de San Marcos, médicos gerais, universidades e instituições científicas e académicas. Anales de la Facultad de Medicina é objecto de intercâmbio com outras publicações semelhantes. Anales de la Facultad de Medicina é texto completo disponível em: http://revistasinvestigacion.unmsm.edu.pe/index.php/anales

Lista de verificação de itens enviados para os Anales de la Facultad de Medicina

A lista de verificação de itens enviados para os Anales de la Facultad de Medicina deve ser concluída em sua totalidade pelo autor. Na lista se pode verificar que o artigo cumpre os requisitos para a publicação. A lista de verificação ao lado do item a ser publicado e a declaração de autoria, devem ser enviados via e-mail. Se um artigo não se aplica a alguns dos itens da lista de verificação, a caixa é deixada desmarcada. Se isso não ocorrer na lista de verificação, não se podera continuar com o processo de publicação.

Revisão por pares

A revisão por pares ou arbitragem é um método usado para garantir a qualidade, originalidade, viabilidade e rigor científico do artigo de investigação. A revisão por pares é um processo obrigatório para todos os tipos de trabalhos enviados para a Anales de la Facultad de Medicina, exceto para Editoriais e Cartas ao Editor que são avaliadas pelo Comitê Editorial. Artigos submetidos para o Anales de la Facultad de Medicina são avaliados por revisores com experiência e conhecimento sobre o assunto que refere a esse artigo para avaliar, com o objetivo de atingir o bom senso e alta qualidade para a publicação. Os requisitos para ser um revisor da Anales de la Facultad de Medicina são: conhecimento do assunto, imparcialidade, academicidad, inovação e responsabilidade. Revisores selecionados para Anales dela Facultad de Medicina não são pagos, mas eles são mencionados no volume impresso onde contribuiram. Quando o artigo precisar, também existem os revisores especialistas na área de epidemiologia e bioestatística. Os autores dos artigos não devem sugerir revisores, porque isso pode constituir um conflito de interesses.

Artigos submetidos para Anales de la Facultad de Medicina, inicialmente serão avaliados pelo Comitê Editorial de acordo com os requisitos e posteriormente serão sujeitas a arbitragem por pares, para o qual sao convidados 3 revisores por artigo, que anonimamente e no prazo de 15 dias, qualifican o trabalho a pedido do Comité Editorial a través de um relatório. O tipo de revisão é par duplo cego. Os arbitros ou revisores emitem sugestões e recomendações sobre como melhorar o artigo. A avaliação dos árbitros considera o artigo:

  • Apropriado para publicação sem alterações

  • Apropriado para publicação com pe-quenas alterações

  • Apropriado para publicação com grandes alterações

  • Não adequado para publicação.

Uma vez recebidas as sugestões e recomendações, estas são enviadas para o autor, que conta com 15 dias para enviar o artigo modificado. Não será aceito de forma definitiva nenhum trabalho até que todas as correções foram clarificadas e modificadas. Para facilitar a tarefa do Comitê Editorial, quando os autores novamente enviarem um manuscrito previamente avaliado, deve incluir uma carta onde ele irá expor as modificações realizadas (seção, página, linha) e, se for necessário, pontos de vista divergentes. Dependendo do caso, Anales de la Facultad de Medicina pode reenviar o artigo corrigido aos revisores antes de considerar a sua publicação. Se as correções não foram enviadas até um período de seis meses, o trabalho será rejeitado para a publicação. Anales de la Facultad de Medicina reserva o direito de fazer alterações ou emendas ao artigo por causa de uma melhor compreensão, a menos que este mude decorrentes em seu conteúdo. O autor correspondente dará cumprimento ao pdf antes da publicação final. Os revisores podem sugerir que o artigo original seja publicado como comunicação curta ou carta ao editor. O tempo médio do processo editorial, desde a recepção do item até a decisão do Comitê Editorial publicando o mesmo, tendo passado o processo de revisão por pares e correções, varia entre 2 e 4 meses.

O autor pode solicitar informações sobre o andamento da revisão do artigo, bem como a fase do processo de publicação em que seu artigo se encontra.

Teste de impressão

É uma etapa do processo de publicação para o layout e edição do artigo a ser publicado. Um teste do artigo será enviado para o autor em formato PDF. O teste será cuidadosamente analisado e marcados os possíveis erros, retornando os testes corrigidos no prazo de 48 horas. Não serão aceitas alterações no conteúdo do artigo. O Comitê Editorial reserva o direito de admitir ou não as correções feitas pelo autor no teste de impressão. Se os autores não imprimirem observações no teste, o Comitê Editorial aceitara a versão final.

Disclaimer

As reclamações, julgamentos e opiniões expressados nos artigos publicados nos Anales de la Facultad de Medicina correspondem aos autores e não necessariamente ao Comitê Editor dos Anales de la Facultad de Medicina. Tanto a Comissão Editorial da Anales de la Facultad de Medicina quanto a Faculdade de Medicina da Universidad Nacional Mayor de San Marcos não assumem nenhuma responsabilidade pelo material apresentado, nem garantem ou apoiam qualquer produto anunciado na revista, tambem nao garantem reivindicações do fabricante do produto ou serviço.

REQUISITOS PARA SUBMISSÃO DE ARTIGOS

Os requisitos para a apresentação de artigos para Anales de la Facultad de Medicina estao em comformidade com os Requisitos Uniformes para Manuscritos Submetidos a Revistas Biomédicas, do Comitê Internacional de Editores de Revistas Médicas (http://www.icmje.org/). E estão disponíveis no seguinte endereço: http://revistasinvestigacion.unmsm.edu.pe/index.php/anales/about/submissions#authorGuidelines

Os artigos devem ser submetidos em Inglês, Espanhol ou Português, digitado em Word for Windows, com um tamanho igual ou superior a 12 pontos e tamanho de papel A4, espaço duplo, com margens de 2,5cm. Cada componente do artigo começará em uma página separada e numeradas consecutivamente no canto superior direito, na seguinte ordem: página de título e título sumário, resumo e abstratos, o texto principal, agradecimentos, referências, tabelas e figuras com legendas.

Itens enviados para Anales de la Facultad de Medicina devem pertencer a uma das seguintes categorias:

  • Artigo original: trabalho de pesquisa inédita sobre um assunto relacionado com a área científica, técnica ou ética da medicina humanística.

  • Artigo de revisão: revisão nosológica para resumir, analisar e atualizar uma questão médica, incluindo evidências científicas. O Comité Editorial de Anales de la Facultad de Medicina pode fazer convites para especialistas sobre um tema de interesse para a sua redacção.

  • Comunicação breve: breve escrito sobre um determinado tema que o autor apresenta à revista para informação e discussão. Pode ser uma pergunta original ou não ter o significado do trabalho original.

  • Caso: Caso medico de interesse diagnóstico, observação de raridade ou interesse óbvio para justificar a publicação.

  • Artigo de opinião: Escrito caracterizado pela exposição e argumentação do pensamento de uma pessoa reconhecida sobre um tópico no campo da medicina.

  • Simpósios: Exposição de diferentes aspectos de um tópico no campo da medicina. feita através de escritos individuais de especialistas no assunto.

  • História: Narração e exposição de eventos passados relacionados com a medicina ou a Faculdade de Medicina.

  • Semblanza: Esboço biográfico de um médico contemporâneo, cuja obra tem sido particularmente influente na medicina peruana.

  • Carta ao editor: Petição para o Director do Jornal.

I. Artigos originais

O comprimento total do manuscrito, incluindo referências, não pode exceder 14 páginas. De preferência, não deve se estender mais de 3500 palavras de conteúdo, cinco figuras ou tabelas e 30 referências. O manuscrito deve ser elaborado de acordo com o seguinte esquema:

  • Resumo e palavras-chave

  • Resumo e Palavras-chave em Inglês

  • Introdução

  • Métodos

  • Resultados

  • Discussão

  • Agradecimentos

  • Referências bibliograficas

1. Na primeira página do artigo original, é aditado:

  • Título do trabalho, conciso e informativo, aproximadamente de 15 palavras sem abreviaturas, as conclusões do estudo não devem ser incluídos no título.

  • Nome do autor: nome e sobrenome.

  • Nome do departamento ou departamentos e da instituição ou instituições, a quem deve atribuir o trabalho.

  • Grau acadêmico e afiliação institucional dos autores.

  • Nome, endereço, telefone e e-mail do autor a quem a correspondência deve ser endereçada.

  • Declaração de que o material contido no manuscrito não foi publicado anteriormente ou submetido a outra revista biomédica.

  • Indicar se o consentimento da instituição e as pessoas estudadas na pesquisa foi obtido.

  • Origem do apoio recebido sob a forma de subvenções, equipamentos e medicamentos.

  • Conflito de interesses, financeiros, materiais ou serviços obtidos a partir de organizações comerciais.

2. Sumário e palavras-chave

O sumário deve ser apresentado em uma folha separada, se estiver escrito em Espanhol deve ter a tradução para o Inglês, com um máximo de 250 palavras cada um. É uma breve Introdução (história de por que o estudo), Objetivos do estudo (que é o de determinar ao estudo), o Desenho (tipo de pesquisa), Lugar (instituição(es) onde o estudo foi feito e se a instituição for de ensino), os Participantes (pacientes ou sujeitos de pesquisa) , o Material biológico ou outras, as Intervenções (procedimentos básicos utilizados, materiais e métodos, análise estatística utilizada), Principal (is) medida (s) de resultados (indicadores resultados), Resultados (apenas os principais) e as principais Conclusões. Abaixo do resumo, adicionar 3-10 palavras-chave ou frases que ajudam na classificacao do artigo. Use os termos da Lista do Indice da Medical Subject Headings (Medical Subject Headings-MeSH). No Abstract, as partes correspondentes são Introdução, Objetivos, Desenho, Participante ou Material, Intervenções, Desfecho principal (is), Resultados, Conclusões, Palavras-chave.

3. Introdução

Inclui o preâmbulo e os objetivos do trabalho e uma breve referência à literatura pertinente, sem fazer uma extensa revisão do assunto. Não deve incluir dados ou conclusões do trabalho realizado. Não deve exceder duas páginas.

4. Métodos

Descreve sucintamente as características dos sujeitos ou do material utilizado na obra, as técnicas utilizadas para sua implementação e descreve os estudos estatísticos. Apenas detalhe novas técnicas e modificações. Para técnicas conhecidas, indicar apenas a referência.

5. Resultados

Apresente-os na maneira mais breve, mas mais ordenada e consistente possível. O uso de tabelas e figuras é para complementar as informações; limitar o número a um mínimo. As tabelas e figuras, dispostas com algarismos arábicos, devem contar com sua legenda correspondente. As imagens devem ser da melhor resolução possível. Ao reproduzir material já publicado é essencial anexar uma cópia da carta de autorização do autor original e respectiva editora.

6. Discussão

Enfatizar os aspectos novos e importantes do estudo e as conclusões que derivam deles. Não repita os dados ou informações já apresentadas nas seções de introdução e de resultados. Definir o link entre conclusões e objetivos do estudo, mas evitar afirmações e conclusões que não são cientificamente suportadas. Compare seus resultados com os de outros pesquisadores. É possível incluir novas hipóteses e recomendações quando há justificação.

7. Agradecimentos

Agradecimentos a pessoas ou instituições que de alguma forma colaboraram no desenvolvimento do seu trabalho devem aparecer antes das referências.

8. Referências bibliograficas

As referências serão encaminhadas exclusivamente ao texto do trabalho, devem ser ordenadas seqüencialmente de acordo com sua aparência e elaboradas seguindo as regras do Index Medicus International. Adicione o doi onde se encontre.

Artigos de revistas: sobrenome do autor e co-autores seguidos pelas iniciais dos nomes, esses sem separação entre si. Pode-se citar até seis autores, separados por vírgulas; se forem mais de seis, não serao anotados e sera acrescentado "y col" em Espanhol, "et al", em Inglês. Após os autores, sera colocado um período seguido e, em seguida, o título do artigo no idioma de origem será citado, terminando em ponto seguido. Em seguida, o nome da revista (em abreviatura reconhecida internacionalmente) e ano de publicação, um ponto e vírgula; o número de volume (No. do suplemento entre citações), seguida de dois pontos finalizando com as páginas entre as quais o artigo aparece e um ponto final. adicionar o doi aos artigos que os têm.

Exemplo: Goswami N, Kavcic V, Marusic U, Simunic B, Rössler A, Hinghofer-Szalkay H, Pisot R. Effect of computerized cognitive training with virtual spatial navigation task during bed rest immobilization and recovery on vascular function: a pilot study. Clin Interv Aging. 2015 Feb 10;10:453-9. doi: 10.2147/CIA.S76028.

Livros, brochuras e semelhante: Autor e / ou coautores da mesma forma que para os artigps. Título do trabalho, ponto seguido e, em seguida, a preposição "em", seguida por dois pontos, sobrenomes e iniciais dos editores do livro, seguido pela palavra "editor (es)", entre parênteses, o período e o título do livro, na língua de origem; período seguido e o número da edição, período; lugar de edição e dois pontos, nome do editor, um ponto; ano de publicação, ponto e (sem separação) páginas nas que aparece, ponto; doi.

Exemplo: Moncada S, Higgs EA. Nitric oxide and the vascular endothelium. Em: Moncada S, Higgs A (Eds): The Vascular Endothelium I. Handbook of Experimental Pharmacology. Berlin: Springer Berlin Heidelberg. 2006:213-54. DOI: 10.1007/3540-32967-6.

Tese: Autor, do mesmo modo como para os artigos. Título do trabalho, entre parentesis especificar o grau escolhido, ponto seguido. Cidade e país onde foi baseada, separados por uma vírgula, dois pontos e a universidade de origem, vírgula, ano e ponto seguido. O número de páginas, seguido pela abreviatura pp.

Exemplo: Gota DF. Morbidade e mortalidade. Estudo retrospectivo em pacientes hospitalizados Cayetano Heredia Hospital (tese de bacharelado). Lima-Peru: Universidad Peruana Cayetano Heredia. 1990: 59 pp.

II. Artigos de Revisão

Deve ser escrito de acordo com o seguinte esquema:

  • Resumo e resumo não estruturado de máximo de 250 palavras

  • Palavras-chave

  • Introdução

  • Desenvolvimento do sujeito.

  • Conclusões

  • As referências, pelo menos, 70.

Para o resto, as indicações para os artigos originais continuarão.

III. Comunicações breves e Relatos de Casos

Deve ser escrito de acordo com o seguinte esquema:

  • Resumo e resumo não estruturado de, no máximo 125 palavras.

  • Breve Introdução

  • Comunicação Caixa

  • Discussão

Referências A extensão total da obra, incluindo as referências, não deve exceder 6 páginas ou1500 palavras. Sera aceitado um máximo de 4 figuras ou tabelas e 15 referências.

IV. Simpósio

Deve ser escrito de acordo com o seguinte esquema:

  • Resumo e resumo não estruturado de máximo de 250 palavras

  • Palavras-chave, Keywords

  • Introdução

  • Metodología

  • Desenvolvimento do sujeito

  • As referências, pelo menos, 70.

Para o resto, as indicações para os artigos originais continuarão.

V. Cartas ao editor

Deve ser escrito de acordo com o seguinte esquema:

  • Os autores podem ter até 3. O comprimento total da obra, incluindo referências, não deve exceder 2 páginas ou 500 palavras. Sera aceitado um máximo de 2 figuras ou 2 tabelas e não mais de 10 referências. Quando a carta relacionar avanços em investigações preliminares ou descrever brevemente uma investigação, o número de palavras pode ser de até 1000. Cartas ao Editor e réplicas devem ser escritas brevemente, relatando o problema, e em seguida, discutir e pro-por soluções ou conclusões.

  • Dúvidas ou preocupações sobre a politica editorial ou sobre os requisitos para artigos para Anales de la Facultad de Medicina pode ser dirigido ao Presidente do Conselho Editorial:

Dr. José Pacheco Romero

jpachecoperu@yahoo.com

anales.medicina@unmsm.edu.pe

Faculdade de Medicina da Universidad Nacional Mayor de San Marcos

Av. Grau # 755, Lima 1, Peru.

Telefone: 6197000 - Anexo 4672

 

[Home] [Quem somos] [Corpo editorial] [Assinatura]


UNMSM. Facultad de Medicina Humana
Av. Grau N° 755, Lima 1, Perú.
Teléfono: (511) 619-7000 Anexo 4672 


anales.medicina@unmsm.edu.pe